.posts recentes

. Dia Internacional da Mulh...

. Para passar o tempo

. RedHead Project - What Ki...

. As 7 maravilhas de Portug...

. Sobre o referendo

. Há dias assim... cor-de-r...

. As Ruivas de Klimt

. Redhead Project - desenho...

. O Admirável Mundo dos Rui...

. Cinco filmes

.arquivos

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

Terça-feira, 31 de Outubro de 2006

...

Procurando inspiração

e entretanto....

 

sinto-me:
tags:

publicado por Filipa às 23:07

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sábado, 21 de Outubro de 2006

...

Já ouviram falar das Pipettes?

 

Pois, eu nunca tinha ouvido falar delas (infelizmente) e fiquei agradavelmente surpreendida pela lufada de ar fresco! Bem sei que não são um fenómeno recente, mas vem quebrar com toda a imagem de girls band que existe actualmente.

Elas voltam ao passado, tanto a nível musical como estético, recuperando um pouco o espírito dos anos 60.

 

Acho que faz todo o sentido (re)aparecerem agora, porque sinceramente já não há paciência para PussyCat Dolls, nem para coisas desse género!

 

 

sinto-me:
música: Diana - Diz Bye Bye
tags:

publicado por Filipa às 20:51

link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito

Little Miss Sunshine

Não é finalidade deste blog fazer críticas cinematográficas (para isso existe ali o Imagens Perdidas), mas não posso deixar de comentar este filme (que em português têm como título "Família à beira de um ataque de nervos"!!!!!!!!!).

 

Há dias vi a apresentação deste filme na televisão que me fez saltar da cadeira e marcar logo uma ida ao cinema urgente. 

 

Foi na expectativa que entrei na sala (e confesso até com um pouco de receio, não fosse aquilo ser mais uma comédiazita fácil), mas a incerteza desde logo foi afastada porque desde o início nos apercebemos que género de filme seria e que só poderia ir melhorando à medida que avançava. Ri-me com vontade! Delirei com algumas personagens (nomeadamente a miúda) e com a disfuncionalidade familiar!

 

Quem aprecia comédias inteligentes não pode mesmo perder. É delicioso!

 

 

sinto-me:
tags:

publicado por Filipa às 16:55

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 20 de Outubro de 2006

Astrologia

Confesso que sou uma curiosa pela Astrologia,  e há dias, numa aula, tocou-se no assunto.

Estava-se a falar das particularidades de cada língua, e como ela representa de certa forma a cultura de cada país/povo, o que nos levou inevitavelmente à tão nossa palavra saudade. Daí que se liga essa palavra a fado e a professora nos diz , a título de curiosidade, que a maioria da população portuguesa é Peixes, o que estará ligado a esse sentimentalismo fatalista. Diz-nos ainda que, por exemplo, na Inglaterrra reinam o signo Capricórnio, o que me levou logo a pensar em emigração!!

Aconselhou-nos ainda a ler "Oceano Ascendente" de João Medeiros, mas pelo fim!

 

Claro que me deixou com a pulga atrás da orelha e fui logo "pesquisar" mais curiosidades sobre signos.

Ao longo das pesquisas encontrei um site que calculava o mapa astral, de forma gratuita claro.

Deu-me isto:

 

Planeta - Capricórnio
Lua - Leão
Mercurio - Capricórnio
Venus - Sagitário
Marte - Escorpião
Jupiter - Sagitário
Saturno - Escorpião
Urano - Sagitário
Neptuno - Capricórnio
Plutão - Escorpião
Quiron - Touro
Nodo Lunar - Gêmeos
Ascendente - Aquário
Meio Céu - Escorpião
Vertex - Virgem

 

"Capítulo 1 - DESCRIÇÃO GERAL
 
Seu temperamento é solene, franco, cordial e dramático. Você sente necessidade de ser apreciado, admirado e amado. Gosta de crianças, recepções, artes, esportes e todo tipo de diversão. Prefere ter um lar especialmente lindo e bem decorado.

 
Capítulo 2 - TEMPERAMENTO E EMOTIVIDADE
 
Você é cauteloso, austero, ambicioso e extremamente perseverante. Durante seu contato inicial com as pessoas comporta-se reservado e timidamente. Mas quando as conhece melhor, tenta dominá-las. Também tende muito para o pessimismo e a melancolia.

 
Capítulo 3 - MENTE E COMUNICAÇÃO
 
Sua mente é ambiciosa, esperta, pratica, organizada e interessada em conquistar uma posição social através de realizações materiais. O excesso de ambição pode leva-lo a maledicência e avareza e a usar os outros para seus propósitos egoístas.

 
Capítulo 4 - SENSIBILIDADE E AFETOS
 
Sua sensibilidade sentimental, intuitiva, otimista e generosa faz com que se sinta atraído por pessoas bem diferentes entre si e goste de sair e de ter muitos amigos. Com o ser amado você é pessoa idealista, honesta, franca e magnânima.

 
Capítulo 5 - ATIVIDADE E CONQUISTA
 
Você fica totalmente absorvido pelo seu trabalho e prefere agir na certa. É ambicioso, persistente, eficiente, discreto e disciplinado, mas também é teimoso, possessivo, ciumento e sensual. Seu magnetismo atrai as pessoas do sexo oposto.

 
Capítulo 6 - SENTIMENTO E ÊXITO
 
Você é pessoa muito expressiva e irrequieta. Gosta de filosofar e de viajar. Freqüentemente é extravagante, desperdiçadora, comunicativa, otimista e gosta muito de rua. Suas atividades atraem a boa sorte.

 
Capítulo 7 - ESFORÇOS E LIMITAÇÕES
 
Você é pessoa bastante reservada a respeito do que verdadeiramente acha e sente e tem dificuldade para manifestar-se abertamente. Você costuma lutar contra seu próprio subconsciente e ter problemas de comunicação com as pessoas mais chegadas.

 
Capítulo 8 - ORIGINALIDADE E INDEPENDÊNCIA
 
A liberdade de expressão em qualquer campo é extremamente importante. Adota prontamente os novos conceitos religiosos e tende fortemente para a parapsicologia e metafísica. É compassivo, otimista e liberal, tem senso de humor e gosta de viajar.

 
Capítulo 9 - IMAGINAÇÃO E PSIQUISMO
 
Apesar de interessar-se pela meditação e ensinamentos antigos, tende a evitar o misticismo metafísico e as manifestações psíquicas. Você esta mais voltado para aplicar as descobertas, invenções e sua natureza espiritual para melhorar a vida diária.

 
Capítulo 10 - TRANSFORMAÇÃO E DESTINO
 
Sua intensidade emocional, sensibilidade em relação ao meio-ambiente e curiosidade por tudo que ainda não foi revelado, impulsionam-no a penetrar, profunda e, ás vezes, implacavelmente nos mistérios da vida."

 

O site é brasileiro e escrito em português "do Brasil", portanto, e por uma questão de direitos de autor, limitei-me a transcrever o texto sem qualquer alteração.

 

Se tiverem curiosidade o site é http://www.cigano.net

sinto-me:
música: Maria João e Mário Laginha - Gosto

publicado por Filipa às 15:08

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 19 de Outubro de 2006

...

Existem algumas coisas que me irritam verdadeiramente. Uma delas é a hipocrisia instituicionada.

Começa-se novamente a falar do referendo sobre a despenalização do aborto (e não o referendo sobre o aborto, como se diz por aí) e novamente entramos na discussão sim/não e as razões para tal e a (suposta) moralidade de cada opinião.

Por vezes a democracia é o maior inimigo da população. Há assuntos para os quais não tem que haver referendo... Alguém nos questionou se queríamos aumento do IVA? e o aumento dos transportes??? Alguém se importou em perguntar ao povo o que achava sobre o aumento da idade da reforma? E sobre o congelamento de ordenados da função pública?

 

Então porque raio é que uma decisão tão pessoal como o drama que é decidir entre abortar ou não, tem que ser apadrinhada por uma toda população que se rege por dogmas e por moralidades medievais?

 

Quem somos nós para julgar?

 

sinto-me:
música: Ella Fitzgerald & Count Basie - Tea for Two

publicado por Filipa às 10:48

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 18 de Outubro de 2006

...

Estive muito tempo na expectativa de ler este livro.

Várias vezes o estive para comprar, namorando-o entre suspiros, mas o seu preço não me permitia alcança-lo. Mas a persistência deu os seus frutos e, numa manhã de chuva, dirigi-me à biblioteca de Sintra e encontrei-o, talvez ao acaso, talvez fosse o destino (se acreditarmos nele). O certo é que já o tenho entre mãos, pronto a ser devorado avidamente.

Deliciando-me (por fim) com : "A História Secreta" - Donna Tartt

 

«Donna Tartt vai muito além da conhecida combinação de sexo, drogas e rock and roll: ela mergulha tão fundo quanto qualquer tragédia grega no desespero e na decepção humana.»
in "Newsday

“... se ler um único romance este ano, leia este. Penso que se justifica chamar-lhe obra-prima.”
L. M. Faria, in Expresso

sinto-me:
música: Jane Monheit - Taking a chance on love
tags:

publicado por Filipa às 14:24

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Terça-feira, 17 de Outubro de 2006

...

Sinto o tempo a escorregar por entre os dedos, mas não posso deixar de escrever qualquer coisa. É um hábito que pretendo cultivar :)

Hoje falo sobre música.

Ontem um professor meu afirmou que desconfiava sempre de quem não gostava de música (o próprio Freud afirmava não conseguir ouvir música, exceptuando Mozart e apenas porque este seria completo). A música, assim como o silêncio, desinstala. Apela aos sentimentos de uma forma muito violenta até.

A música que escolhemos ouvir a determinado momento está relacionada com o nosso estado de espírito, ou então ainda, escolhemos o tipo de música que pretendemos para nos inspirar.

É o caso de uma autora que escreveu a última das minhas obsessões, Stephenie Meyer.

Enquanto escrevia  "Crepúsculo" ouvia uma playlist que a inspirava. Aqui a deixo, para ouvirem enquanto lêem ou enquanto relembram:

 

"Why does it always rain on me?" - Travis

"I´m not okay (I promise)" - My Chemical Romance

"Creep" - Radiohead

"In my place" - Coldplay

"Be Myself" - Linkin Park

"Dreaming" - OMD

"Please Forgive Me" - David Gray

"Here with me" - Dido

"With You" - Linkin Park

"Time is Running Out" - Muse

"Dreams" - Cranberries

"Tremble for My Beloved" - Collective Soul

"Lullaby" - Billy Joel

sinto-me:
música: Norah Jones - Jazz Piano Bar

publicado por Filipa às 11:46

link do post | comentar | ver comentários (2772) | favorito

Segunda-feira, 16 de Outubro de 2006

Pancadinhas de Moliére

Atendendo ao pedido de várias famílias, decidi inaugurar este espaço, mais sério (ou não), mais crescido mas nem por isso mais soturno.

Aqui irei deambular sobre várias temáticas, escrever ao som da chuva (preferencialmente) e converter-me às palavras.

Neste momento não poderei conduzir o baile, uma vez que terei que ir à biblioteca de sintra procurar tesouros esquecidos, mas não se retraiam e divirtam-se mesmo sem mim.

sinto-me:
música: Feliz - Maria Rita

publicado por Filipa às 12:24

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.tags

. todas as tags

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds